O diário da Inês

sábado, 1 de dezembro de 2012

Dia 74 (01/12/12)


É Natal!






E as ruas e lojas de Plymouth já por si sempre cheias, agora ainda mais cheias estão, estão a abarrotar de consumismo, tanta, mas tanta gente que chego a sentir-me claustrofóbica. Entrei no centro comercial, mas rapidamente saí de lá porque nem se podia andar, eu até ia tirar uma foto, mas assim que olho para a frente dou de caras com um segurança a olhar para mim e logo guardei a máquina sem tirar nenhuma fotografia. Tudo cheio, desde lojas, a cafés, a restaurantes…

Fui dar uma volta até ao Barbican porque estava incumbida de tirar umas fotos especiais e aproveitei para ver uma feira que tinha ouvido dizer que havia por lá. Era uma suposta feira de produtos biológicos, pão, legumes, frutas, mas afinal eram só umas 6 barracas, sem nada de jeito e não estava ninguém por lá, a multidão que estava no centro da cidade não chegou aquele extremo da cidade.

Aproveitei para almoçar uma empada numa loja que via sempre cheia de gente, mas fiquei desiludida. Comi uma empada de galinha e bacon, mas o recheio da empada sabia a uma sopa de galinha que já comi por cá e para mais o recheio era maioritariamente batata! Assim numa tentativa de me consolar fui ao Costa café beber um café e comer uma tartelete de chocolate belga com laranja, não sei porque agora deu-me para o chocolate com laranja, e a tartelete era bem boa. Mas para consumir isto estive uns 10 minutos numa fila!





O pessoal por cá é capaz de comer tudo e mais alguma em andamento ou sentado na borda de um passeio, desde hambúrgueres gigantescos até refeições completas! Eu que sou uma pequena javardolas não sou capaz dessas coisas, sempre que como um hambúrguer faço uma javardice de todo o tamanho, e nem pensar que sou capaz de comer uma refeição completa com um micro garfo de madeira! Sou fina o que querem…  Esta foi mais uma observação que fiz enquanto passava por uma espécie de feira que está montada até ao Natal no centro da cidade e havia uma barraca de vinho quente, que me senti muito tentada a ir beber, é que este vinho quente é mesmo, mesmo bom…




Tito, peço desculpa e espero que não tenhas ciúmes mas Jesus ama-me!


7 comentários:

  1. Ah ah ah ah ah ah ah ah ah ah ah ah ah ah ah! Para o final do post. :D Já comento mais, mais logo!

    ResponderEliminar
  2. E não era só um cartaz a dizer isto, eram vários! :)
    Beijinhos Lúcia

    ResponderEliminar