O diário da Inês

segunda-feira, 1 de setembro de 2014

Sandeira

Já tinha lido tantas reportagens sobre A Sandeira e de quais as melhores sandes e de como eram boas que andava para morrer de tanta curiosidade de lá ir comer. Mas, tal como me acontece com muitos outros sítios, o tempo ia passando e eu nunca mais ia A Sandeira.

Pois que assim que vi que outra das casas presentes nas Galerias Lumière era A Sandeira fui logo lá a correr. Da primeira vez tive azar, era feriado e estavam fechados, à segunda tentativa já tive mais sorte e lá fui eu comer uma sandes Douro (frango, queijo de cabra e maçã) também provei a Clérigos (queijo feta, pasta de azeitona e manjericão).

Para começar as sandes são um espectáculo visual, começamos logo a comer com os olhos tal é a apresentação. De seguida temos que decidir como vamos abordar o assunto, ou seja, qual a melhor forma de comer a sandes sem fazer grande porcaria. Para isso junto com a sandes vem uma faca que nos permite cortar a sandes ao meio e assim ficamos com a tarefa facilitada. Adorei ambas as sandes, mas a Douro é de comer e chorar por mais! As batatas à Sandeira também são uma pequena grande maravilha, mesmo saborosas e bem temperadas.

Quanto a preços ambas as sandes custaram 4.50€ e as batatas 2.50€.

Definitivamente um sítio a voltar mais vezes...


Limonada com hortelã

Clérigos (queijo feta, pasta de azeitona e manjericão)

Douro (frango, queijo de cabra e maçã)
Batatas à Sandeira

4 comentários:

  1. Uau! Que bom aspecto. Até me ficou aqui a crescer água na boca! Possa possa! :D

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sim, são maravilhosas, são As Sandes! :)

      Eliminar