O diário da Inês

segunda-feira, 29 de setembro de 2014

Empadão de atum

Aqui está um excelente prato para quem usa aparelho e está com dificuldades para comer, ou até mesmo para pessoas sem dentes, isto é só meter na boca e engolir! 

Podem fazer puré de batata a sério, eu como estava com preguiça comprei do congelado para experimentar, nunca tinha comida e disseram-me que era bom. Confirmo que é bom e super fácil de fazer.
Depois fiz a minha base de atum que uso no esparguete com atum, no arroz de atum e na lasanha de atum. Depois foi só colocar puré num tabuleiro de ir ao forno, cobrir com o atum, voltar a cobrir com o puré, colocar queijo ralado por cima e levar ao forno a dourar.

Ficou óptimo, super saboroso, facílimo de comer, quase que deu para esquecer o suplício que eram as refeições com aparelho!  








sábado, 27 de setembro de 2014

Deixem o pimba em paz

Não sei se este espectáculo vai voltar a estar em cena mas uma coisa é certa, se voltar a estar não deixem passar a oportunidade! Está no top dos melhores espectáculos a que já assisti, entre as piadas do Bruno Nogueira, as musicas cantadas de forma absolutamente extraordinária, os convidados que vão abrilhantar ainda mais o espectáculo, é definitivamente algo que merece ser visto.

Se não querem saber nada sobre o espectáculo não leiam mais nada a partir daqui, pois irei contar em traços gerais o que se passou!

Os convidados são o Camané que canta uma música num ecrã, eles disseram que estava a cantar em directo mas ou muito me engano ou era mesmo uma gravação. Depois o Marante também veio cantar duas músicas, sendo que este foi o que menos se distanciou das versões pimbas das músicas. Depois o convidado que na minha opinião foi o melhor, foi o Nuno Markl que protagonizou algo extraordinário que foi cantar canções invertidas, ou seja de trás para a frente! A última convidada foi a Ana Moura que também cantou duas músicas de forma extraordinária.

Adorei tudo do princípio ao fim! Deixo-vos algumas fotos e dois vídeos, infelizmente não consegui carregar mais nenhum. E sim, estas versões tornam as ditas músicas pimbas em algo de bom, ou seja, são autênticos milagres!












video

video

sexta-feira, 26 de setembro de 2014

Parabéns!

Então não é que o blogue, no domingo dia 21, fez 2 aninhos de vida e eu nem me lembrei?! Ai ai esta vida sempre a correr faz destas coisas. Já faltou mais para me esquecer do meu próprio aniversário!
Mas antes tarde do que nunca, por isso parabéns O diário da Inês!


quarta-feira, 24 de setembro de 2014

Piquenique

No dia em que fui à Sandeira espreitei o que havia no Piquenique e vi que nesse dia a sobremesa do brunch era este maravilhoso bolo de chocolate!
Como é óbvio quando acabei de comer a sandes (bons tempos aqueles em que conseguia comer sandes) não resisti ao belo do bolo de chocolate. Tinha um sabor intenso a chocolate muito agradável, cremoso, com o meio quase a roçar o estado líquido. Custou 2€ e o café 0.60€. Vão passando por lá e quando virem este bolo não desperdicem a oportunidade!



terça-feira, 23 de setembro de 2014

PTExperience

aqui tinha falado de como sou fã de cogumelos e de como adorei o facto de haver uma banca com todos os produtos à base de cogumelos no Mercado do Bom Sucesso. 
Desta vez escolhi o menu do folhado que por 5.50€ inclui a sopa de cogumelos (uma delícia), folhados de cogumelos, dois e com um acompanhamento que pode ser salada ou batatas fritas e uma bebida. O folhado é feito na hora e à nossa frente e é maravilhoso, adorei mesmo!
A menina que me atendeu era muito simpática e ainda estivemos um pouco à conversa enquanto ela preparava o meu prato.
Esta é uma das bancas do Mercado do Bom Sucesso que aconselho vivamente a visitarem, principalmente se forem fãs de cogumelos.





sábado, 20 de setembro de 2014

Aparelho! Então e como vai isso?

Nem tudo é tão mau como parecia...
Ou talvez seja!

A minha primeira refeição que não papas foi feita. Jantei à grande, muita comida (era já muita fome acumulada) e assim para o mal mastigada, custou mas soube-me mesmo bem. O pior veio depois, a noite infernal que passei a vomitar. Parece que o meu estômago, já de si não muito bom, se desabitou rapidamente de comida sólida (ainda por cima mal mastigada) e resolveu que não tinha pura e simplesmente de lidar com aquilo!

Entretanto aqui vos deixo com mais uma foto cheia de produtos bons para quem usa aparelho e não consegue juntar os dentes de cima com os de baixo...


quinta-feira, 18 de setembro de 2014

Tavi - Quiche de cogumelos

Esta quiche de cogumelos da Tavi (Rua da Senhora da Luz 363, Porto) é óptima, óptima! É mais uma coisa boa para juntar às que já tinha falado aqui e aqui. E gosto de decorarem sempre os pratos com estas ervas aromáticas.


terça-feira, 16 de setembro de 2014

U Chiado

Para começar quero agradecer à Zomato pela oportunidade que me deu de ir conhecer o U Chiado. Já tinha ouvido falar deste restaurante por causa do brunch, tanto que consta da colecção de Brunches da Zomato. Desta vez fui almoçar mas a seu tempo voltarei para experimentar o brunch.

O que nos foi servido foi o menu executivo que é composto pelo couvert, uma entrada, prato principal e sobremesa.

Só com o couvert já fiquei completamente rendida, é que nem era preciso mais nada, no couvert vinha pão quente, mesmo bom, até queimava os dedos, óptimo para derreter a manteiga. Eu que nem gosto de broa de milho comi esta e até lambi os dedos! Para além do pão o couvert trazia também manteiga, muito boa e um paté de atum também muito saboroso. Trazia também azeitonas e tremoços, havia tanto tempo que não comia tremoços que até viajei no tempo.

A entrada era queijo de cabra gratinado com figos, uma conjugação muito agradável e com um queijo que para muitos pode não agradar por ser muito forte mas que a mim me soube muito bem.

Para prato principal haviam duas opções: filetes de robalinho com legumes ou hambúrguer com ovo e batatas, eu como é óbvio optei pelo hambúrguer. A carne estava cozinhada no ponto certo, os cogumelos que vinham no hambúrguer também estavam muito saborosos e o ovo estava óptimo com a gema ligeiramente mal cozida, mesmo como eu gosto. As batatas fritas eram óptimas e com um formato mesmo giro, eram tipo telhas.

Quanto ao peixe não fui eu que o comi mas provei, e tanto o peixe, como os legumes como as batatas estavam muito bem confeccionados. Mas sendo eu uma mulher que tende para o lado das carnes, achei o hambúrguer melhor.

Para sobremesa foi-nos servido um gelado com 3 bolas, chocolate, morango e baunilha, estava bom mas tinha gelo e não sou lá grande fã de gelados com gelo no meio.

Os funcionários foram sempre muito atenciosos mas sem chegarem a ser chatos.

Foi um bom almoço em que o ponto alto foi o pão quente mas o hambúrguer não ficou nada atrás.











segunda-feira, 15 de setembro de 2014

The Traveller Caffé

Hoje trago-vos uma sugestão saudável, boa para um lanchinho e que é tão boa que sabe quase como se fosse uma guloseima. Ainda por cima fica-me ali à mão no Mercado do Bom Sucesso na banca do The Traveller Caffé, o que me vem mesmo a jeito agora que me encontro maioritariamente a líquidos. Neste espaço encontram muitas outras opções saudáveis de sumos, batidos, comida.

O que bebi e recomendo pois é mesmo bom e enorme foi um smoothie delicia de iogurte que leva morango, banana, kiwi, maçã, iogurte natural e gelo e custou 3.50€.


Smoothie delicia de iogurte

domingo, 14 de setembro de 2014

O Aparelho

Esta que vos escreve está em sofrimento. É que a grande lambona que vocês conhecem foi meter aparelho dentário e neste momento encontra-se a sopas... Vou parar de falar à futebolista que isto de falar na terceira pessoa cansa! 

Pois que ainda só meti aparelho nos dentes de baixo e já me encontro em grande sofrimento, na realidade grande parte do meu sofrimento não se deve ao aparelho, mas a uma massa que me foi colocada nos dentes de cima para impedir que estes mordam o aparelho. Ou seja neste momento sempre que fecho a boca e tento mastigar é como se tivesse umas castanholas dentro da boca, ou seja, só se ouve a massa a bater nos dentes de baixo (uma zona de massa, que ocupa dois dentes em cada lado da boca) e resumindo e concluindo não consigo mastigar pois os dentes não tocam uns nos outros!
E perguntam vocês, "mas Inês como seria se tivesses metido logo aparelho nos dentes de cima e de baixo?" Eu iria responder: "matem-me logo mas não me façam passar por este sofrimento!"

É que sinto a boca como se tivesse cheia de pedras, e não meus amigos, não são pedras redondinhas e bonitinhas, são pedras pontiagudas e cheias de arestas!

Ora agora imaginem uma pessoas que gosta dos prazeres da vida, neste caso de comer bem, e que agora não consegue comer mais nada além de sopas, nestum, iogurtes e papas de frutas para bebés. É que nem tentem imaginar o meu sofrimento porque pode ser doloroso só de imaginarem. As refeições que eram uns dos bons momentos do meu dia-a-dia agora passaram a ser momentos de agonia...

Tive que ir às compras e comprar coisas que me parecem possíveis de comer com o aparelho e com os dentes que não tocam uns nos outros...
É o que se encontra na foto e muita sopa, muita, muita sopa! Ah e gelatina...

Sei que isto não terá tanto interesse para a grande maioria, mas irei escrevendo algumas coisas sobre o aparelho e sobre o que comer, que sempre pode servir para ajudar alguém. E se houver por ai alguém que queira falar da sua experiência e trocar ideias que se sinta à vontade, mi casa su casa!

Ah, sabem aqueles pequenos hábitos do género roer uma unha ou uma pele que se soltou perto de uma unha? Pois, certo, esqueçam, com aparelho nunca vão conseguir fazer isso, acreditem em mim que estou farta de tentar... 

Entretanto ainda tenho muitos textos em atraso da altura em que era uma pessoa livre e que podia comer tudo, por isso não desistam já de mim, entretanto e sendo que a esperança é a última a morrer, espero adaptar-me a isto e poder voltar a comer muitas outras coisas, não tudo o que comia mas quase tudo... Espero!


sábado, 13 de setembro de 2014

Brunch - Piquenique

A propósito da inauguração das Galerias Lumière que foi hoje às 17h, deixo-vos aqui mais um brunch do Piquenique.
Desta vez foi folhado de alheira e alho francês, sumo de cenoura, bolo de ananás e café. O bolo de ananás estava divinal!
Por isso a recomendação mantém-se, passem pelo Piquenique das Gelerias Lumière aos sábados para comerem o óptimo brunch por apenas 6€.


Folhado de alheira e alho francês
Bolo de ananás

quinta-feira, 11 de setembro de 2014

Zomato

Quem é que ainda não conhece a Zomato?
A Zomato é uma nova rede social que para além da página de Internet também tem uma aplicação para telemóvel. É do mais útil que pode haver já que disponibiliza toda e mais alguma informação sobre restaurantes/cafés/pastelarias... 

Se estão indecisos sobre onde ir comer? Uma pesquisa na Zomato pode ajudar-vos a decidir, já que podem pesquisar por o que pretendem ou deixar-se levar pelas sugestões das colecções. 

Já sabem o restaurante a que querem ir mas gostavam de saber com o que podem contar? Vão à Zomato pesquisam pelo nome do restaurante e podem ver as opiniões que lá estão e assim já não são apanhados desprevenidos...

Querem falar bem/mal (riscar o que não interessa) de um sítio a que foram e que gostaram muito/nada (riscar o que não interessa)? Basta registarem-se na Zomato e podem começar a escrever opiniões como se não houvesse amanhã!

Querem seguir-me na Zomato? É simples basta irem aqui.

Por agora ainda só existe em Lisboa mas esperemos pela expansão para outras zonas do país. :)

Por isto tudo e muito mais, um brinde à Zomato!


quarta-feira, 10 de setembro de 2014

Merenda Portuguesa

Já vos tinha falado do quanto gostei do conceito da Merenda Portuguesa (podem ler ou reler aqui e aqui).

E já várias vezes me tinha perguntado quando viriam abrir um espaço no Porto, ainda não é desta, pelo menos definitivamente mas estão agora no Palácio de Cristal até ao fim da feira do livro.

Fui lá comer uma merenda de bifana e que estava muito boa. Mas tal como me aconselharam ao entregar a bifana eu aconselho também, tenham cautela ao comer por causa do molho, principalmente quando começam a aproximar-se do fim.

A Merenda era tão boa, que tive que a partilhar com um pavão que veio me aterrorizar, os breves momentos de descanso que me dava era enquanto comia os pedaços de comida que eu lhe mandava para ele se afastar de mim, não gosto nada de pavões, muito menos de pavões que me tentam bicar os dedos dos pés quando estou de sandálias...

Malta do Porto toca a ir provar a Merenda Portuguesa para ver se eles resolvem se instalar por cá de vez!


terça-feira, 9 de setembro de 2014

Medalhões de pescada assada com batata doce

Ando a tentar comer mais peixe do que é o meu hábito, é que o peixe é algo muito saudável e que se deve comer bastantes vezes. Assim resolvi fazer medalhões de pescada no forno com batata doce assada. Adoro batata doce, por mim tendo batata doce até dispenso a existência da batata branca, o único problema é ser difícil de descascar mas agora com o que vos ensinei ontem nunca mais terei problemas em preparar batata doce!
Passemos então à receita.

Ingredientes:
- Medalhões de pescada
- Batatas doces
- Cebola
- Pão ralado com salsa
- Presunto
- Azeite
- Vinho
- Sal
- Pimenta branca

Modo de preparação:
Num tacho cozinhar a cebola num pouco de azeite, somente até ficar translúcida. 
Colocar azeite no fundo de um recipiente de ir ao forno, colocar a cebola a cobrir o fundo do tabuleiro, dispor os medalhões (previamente temperados com o sal e pimenta) em cima da cama de cebola. Depois colocar um pouco de vinho por cima dos medalhões e cobrir com o pão ralado com salsa. 
O pão ralado podem fazer em casa ou podem comprar umas embalagens de pão ralado com salsa e usar (é mais fácil). 
Por cima colocar presunto (ou bacon) cortado aos pedaços. Em volta do peixe colocar batatas doces às rodelas depois de terem sido parcialmente cozinhadas no microondas, tal como ensinei ontem. Colocar um fio de azeite muito fino por cima do peixe e batatas e levar ao forno a cozinhar. 
É muito rápido a cozinhar porque o que demoraria mais tempo eram as batatas mas como já vão semi-cozinhadas torna tudo mais rápido!
Ficou óptimo!

As batatas têm umas manchas assim para o preto porque tratei das batatas muito cedo e depois ficaram muito tempo à espera até ir para o forno. Mas lá por isso não estavam menos boas.