O diário da Inês

terça-feira, 18 de setembro de 2018

Bolinhos do Jorge - Brunch

Posso dizer que sou uma cliente mais ou menos habitual nos Bolinhos do Jorge e só não passo por lá mais vezes pois não me fica em caminho. A minha primeira review pode ser lida aqui e depois disso quem me segue no Instagram vai vendo que de vez em quando lá vou provar mais uma coisa nova. Já comi croissant (chocolate, e um com queijo), scone, cheesecake, bolos diversos, brownie e as queijadas (os dois queridinhos do coração de toda a gente, ou pelo menos do meu), tosta (que adorei e é feita também ela com pão caseiro, aliás tudo é caseiro e feito de raiz sem preparados de compra). E o que posso dizer é que tudo é óptimo, até agora ainda não houve nada que tenha comido e que não me tenha enchido verdadeiramente as medidas!
Assim, é sempre com entusiasmo que se recebe a notícia de que vai passar a haver um menu de brunch ao sábado! Este menu custa 8.50€ e inclui uma bebida quente, uma bebida fria, queijadinha, brownie, scone com compota e manteiga, tosta mista ou torrada e iogurte.Com um pouco de sorte e se o tempo lhe permitir ainda inclui dois dedos de conversa com o Jorge, o que a mim me parece sempre bem!

Nas fotos abaixo podem ver ainda alguns outros bolos bons (muito bons!) que podem comer durante a semana e que embora não incluídos no brunch fazem merecer uma visita aos Bolinhos do Jorge durante a semana! Vão por mim que eu nunca vos engano! ;) 

Morada: Rua do Heroísmo 338, Porto














sexta-feira, 14 de setembro de 2018

Noélia & Jerónimo

Se na terça vos falei de um restaurante que disse ser famoso, nem sei o que dizer deste, ao qual se fazem romarias vindas de todo o país! Só para terem uma noção do concorrido que é, eles por volta de Fevereiro já começam a receber reservas para Agosto. O restaurante é composto por um espaço interior o qual é onde estão feitas as reservas. O espaço exterior atende pessoas por ordem de chegada. Estive lá por volta de meio de Agosto e as reservas já estavam cheias até cerca de meio de Setembro. Assim, fomos para lá às 19:00 e conseguimos ser sentados às 21:00. É que vocês não fazem mesmo ideia da quantidade de gente que se junta lá à espera de mesa. Quando nós saímos ainda foram pessoas para a nossa mesa. 
O tempo de espera pode variar muito, não só dependendo da lista à vossa frente, mas também das pessoas que estão a ocupar os lugares, há quem não se importe com a fila de gente em espera de mesa e vai ficando na conversa mesmo muito depois de já terem comido.
Enfim, mas passemos à frente e vamos falar de comida que é o que interessa. E a comida, essa sim faz valer o tempo que se espera na fila. É boa e vale muito a pena passarem por lá para experimentar. A luz amarelada da rua deixou todas as fotos com esta cor amarelada, que nem de longe nem de perto faz jus à beleza da comida e ao apetitosa que era. As doses, sejam das tapas como dos pratos principais é bem generosa. Nós pedimos umas tapas para cada pessoa, mas depois percebemos que uma dava na boa para dois. 
Adorei a tapa de abacate e gambas, os filetes de bacalhau com o risotto de tomate estava delicioso, de comer e chorar por mais. O polvo estava tenro que só ele e muito saboroso. A açorda que acompanhava os filetes de peixe galo também estava bem boa. 
As sobremesas, tipicamente algarvias, a mousse de D. Rodrigo e o meu favorito, o bolo de laranja, amêndoa e chila, foram o fechar com chave de ouro de uma excelente refeição. 
Para uma próxima visita tentarei marcar com os devidos meses de antecedência para não ter que esperar tanto tempo por mesa. Assim, aconselho que façam o mesmo! 

Morada: Av. Ria Formosa 2, Cabanas


 Pão, azeitonas, azeite com vinagre e manteiga de alho e ervas

Tapa de muxama de atum e figos

Tapa de abacate e gambas

Tapa de anchovas e figos

Polvo com batata doce

Filetes de bacalhau com risotto de tomate

Filetes de peixe galo com açorda de berbigão

Mousse de D. Rodrigo

Bolo de laranja, amêndoa e chila


quinta-feira, 13 de setembro de 2018

Hamburgueria da Baixa

Em Faro também se comem bons hambúrgueres. Passámos pela Hamburgueria da Baixa, a que fica na estrada da Penha e gostámos bastante. O atendimento foi rápido e simpático, a comida é boa, sendo que as várias opções de hambúrgueres são interessantes e bem servidos. Ambos gostámos das nossas escolhas.
O ambiente é agradável e podem-se entreter a procurar os 8 bonecos (vacas) que estão espalhados pela loja.
Achei gira a forma como o café é servido. No nosso caso não sobrou barriga para um crepe, mas a quem sobrar já sabem que neste espaço também servem crepes.  

Morada: Estrada da Penha 148, Faro







Limonada

Hambúrguer do mês  - O Festivaleiro (bolo do caco, molho tártaro, alface, tomate, beef, cheddar, bacon, pickles)

Hambúrguer À Pátria (beef, alface, cebola caramelizada, cogumelos e queijo)

Cafés

quarta-feira, 12 de setembro de 2018

Bioco

Como disse na segunda, hoje já estamos no Algarve, neste caso em Olhão. Havia muito tempo que eu seguia no Facebook as publicações deste restaurante e pensava que um dia ainda teria que passar por lá. Pois que finalmente esse dia chegou. Fiz marcação e lá fui eu à hora marcada. Ou seja, aconselho que façam marcação pois é um espaço pequeno que facilmente enche. 
A carta é extensa e temos vontade de pedir um de cada, mas não podendo lá tivemos que optar apenas por alguns pratos. Como estávamos no Algarve tínhamos que pedir um prato com polvo e pedimos também batata doce frita. Tinha lido algures que os rissóis de berbigão eram algo a não perder e por isso pedimos também isso. Para completar uma opção de carne, umas bochechas de porco estufadas. 
Foram boas escolhas, tudo saboroso, sendo que as bochechas estavam bem saborosas e tenras como se quer. Infelizmente, o prato de polvo que vinha com ameijoas tinha alguma areia.
Para sobremesa não podíamos deixar de provar esta deliciosa e original sobremesa que é o gelado D. Rodrigo em crumble de folar de Olhão. É a junção de duas famosas e saborosas iguarias Algarvias. 
O espaço é giro e acolhedor. Acompanhem-nos na página de Facebook e desfrutem do que eles vão escrevendo diariamente! 

Morada: Tv. dos Mercadores 2, Olhão







Batata doce frita

Rissóis de berbigão

Bochechas à pitra

Polvo com ameijoas e batata doce

Gelado D. Rodrigo em crumble de folar de Olhão


terça-feira, 11 de setembro de 2018

Tasca do Celso

Como disse ontem, cá estamos nós no baixo Alentejo, mais precisamente em Vila Nova de Milfontes, na famosa, ou diria famosíssima, Tasca do Celso. Acredito que muitos de vós já terão ouvido falar deste restaurante ou até já lá terão ido.
Eu já tinha ido uma vez há já muitos anos com uns amigos e nunca mais tinha voltado, este verão voltei em família. Aconselho vivamente a que façam reserva, este é um restaurante muito concorrido e sem reserva correm o risco de esperar muito ou até não conseguirem lugar.
As opções da ementa, entre petiscos, pratos de carne e peixe são mais que muitas o que dificulta a nossa escolha, já que a vontade é provar de tudo.
Como éramos muitos ainda deu para provar algumas coisas, pedimos como entrada salada de polvo e pica-pau de porco preto, ambos deliciosos, sendo que preferi o pica-pau, a carne estava mesmo muito saborosa. 
Como pratos principais pedimos cataplana de peixe, filetes de peixe galo com arroz de tomate e lagartinhos de porco preto. Já aqui disse que gosto muito de carne de porco preto, por isso gostei bastante da carne. Os filetes de peixe galo estavam super bem temperados, com um belo sabor a alho. O arroz de tomate também estava bem saboroso e foi servido numa dose gigante, que daria na boa para umas 6 pessoas. A cataplana estava também bem saborosa, mas podia ser melhorada com o acréscimo de por exemplo tamboril. Pontos positivos também para as batatas doces, tanto as que vinham com a cataplana como as que vinham com a carne eram deliciosas! 
De sobremesas a grande maioria optou pela sericaia, um típico doce alentejano, e eu optei pela tarte de leite condensado com morangos para experimentar outra sobremesa. A sericaia estava muito boa e a tarte era bem fresca e gulosa.
Como oferta da casa é-nos trazido no final da refeição uma cesta com nozes e amêndoas, para irmos petiscando enquanto se espera pela sobremesa ou cafés. Aprecio realmente estes pequenos mimos que alguns restaurantes fazem.
O atendimento foi simpático, sendo que o dono tem o cuidado de ir passando por todas as mesas a saber se está tudo bem.

Morada: Rua dos Aviadores 34, Vila Nova de Milfontes









Azeitonas e pão alentejano

Salada de polvo

Pica-pau de porco preto

Cataplana de peixe

Batata doce e batata branca que acompanha a cataplana

Filete de peixe galo

Arroz de tomate (acompanha os filetes de peixe galo)

Filetes de peixe galo com arroz de tomate

Lagartinhos de porco preto que vêm acompanhados de batata frita (não fotografei)

Nozes e amêndoas (cortesia da casa)


Tarte de leite condensado com morangos

Sericaia